• italo@makingitalia.net

Category Archivemarketing

Como fazer a gestão de um blog

Como fazer a gestão de um blog

Atualmente fala-se muito em manter um blog para oferecer conteúdo para o internauta, com o intuito de atrai-lo para perto da sua empresa. Sim, realmente o caminho é esse, porém, não basta criar conteúdo e pronto, tudo está certo.

É importante saber como gerir o seu blog para que ele realmente seja interessante e atrativo, de modo que obtenha destaque e possa cativar as pessoas. E nós vamos mostrar nesse artigo quais são os pontos que você precisa analisar para faze uma boa gestão de blog. Acompanhe!

Satisfação do visitante

Para ter certeza de que seu blog está como o esperado pelo seu público é fundamental saber se ele está satisfeito; e para isso você pode usar o Google Analytics. Ali você vai observar duas coisas: os visitantes novos e recorrentes e as visitas por página.

Se os visitantes estão voltando ao seu blog é porque ele agradou. E se eles acessam várias páginas isso também significa que você está no caminho certo. Se o conteúdo é compartilhado, é mais um motivo de alegria, porque então o visitante gostou tanto que quer contar para todo mundo.

Fluxo orgânico

O ideal é que seu blog receba bastante visitantes que chegaram até ali pela busca orgânica, ou seja, que digitaram algo no Google e encontraram o seu blog. Mas para que isso aconteça é preciso usar palavras-chave em seu conteúdo.

Além de produzir vários artigos, é importante que eles contenham palavras relacionadas com o tema do artigo ou sua empresa, e isso fará com que o Google entenda que seu blog é relevante e ele vai aparecer em altas posições do resultado de busca.

Recursos e ferramentas

O que se espera que um blog faça é que traga bons resultados para o seu negócio, certo? Mas para isso é preciso que o visitante encontre também recursos e ferramentas para se engajar melhor com sua marca, e não apenas artigos e mais artigos.

Configure também um chat, pop-ups úteis, faça pesquisas, ofereça e-books, mantenha uma newsletter, configure botões de compartilhamento em redes sociais, deixe bem visível o campo de contatos, entre outros. Assim o visitante terá possiblidades de conversões.

Funcionalidade e otimização

Outro fator importante para a gestão de blog é preocupar-se com a tecnologia mobile, mantendo um layout responsivo. E além disso, também observe o tempo de carregamento das páginas, a navegabilidade, o design e outros pontos que oferecem uma boa ou má experiência para o visitante.

Temas úteis e relevantes

O seu blog precisa estar recheado de conteúdo, mas que seja útil e relevante para o seu público. Por isso, observe os dados de acesso do seu blog pelo Google Analytics para saber quais são os temas mais visitados, mais acessados e mais procurados pelas pessoas.

Assim saberá qual é a preferência delas, o que estão buscando em seu blog, e poderá investir mais da sua energia e suas estratégias nisso que elas gostam mais.

Observar o comportamento do seu público e criar um blog bem estruturado são os dois pilares para que você tenha acesso. Assim terá um espaço agradável para o visitante, onde ele encontrará aquilo que busca, e isso gera conversões de vendas e fideliza o público.

 

tendencia das redes sociais em 2018

Tendência das redes sociais para 2018

Estar presente nas redes sociais hoje é fundamental para um negócio ter destaque no mundo virtual. Porém, também é fato que tudo muda muito de um ano para o outro, e as empresas devem se adequar a essas mudanças para continuarem atendendo o público de acordo com suas expectativas.

Por isso, hoje vamos apresentar para você as tendências das redes sociais para o ano de 2018. Fique de olho no que está para acontecer e saiba como agir para manter sua marca e sua empresa forte e presente na vida de seu público-alvo.

  1. O crescimento das comunidades

As comunidades tendem a crescer ainda mais em 2018, mais do que já cresceram em 2017. E as empresas podem ver nesses grupos a oportunidade de fortalecer o seu perfil, além de estreitar as relações com os seguidores. O ideal é fazer com que essas pessoas sejam verdadeiros defensores da marca e interajam cada vez mais, além de trazer novos seguidores espalhando uma imagem positiva do negócio.

  1. Geração de conteúdo pelo usuário comum

O usuário comum, e seguidor de uma marca, quer se ver parte desse grupo, e uma excelente forma de fazer isso é valorizar e divulgar o conteúdo gerado por eles. A estratégia aqui é fazer com que essas pessoas tenham uma imagem, por exemplo, publicada no perfil da empresa. Elas se sentem valorizadas, convidam pessoas para ver, e a empresa ganha destaque e simpatia. Além disso, reduz o trabalho na produção de conteúdo e pode-se focar em novas estratégias.

  1. Exploração de conteúdos passageiros

Se antes o foco era deixar muitas coisas no ar para que as pessoas pudessem curtir ao longo do tempo, em 2018 a tendência das redes sociais é que os conteúdos passageiros, ou efêmeros, sejam cada vez mais utilizados. Aqui trabalhamos a exclusividade e a oportunidade única. Se a pessoa não ver o conteúdo pelo tempo que ficar não ar, ela não verá mais.

  1. Domínio mobile

Uma grande parcela dos acessos a internet acontecem por smartphones, ou seja, aparelhos mobile. E as empresas precisam adaptar-se e criar conteúdos para essa nova realidade. É preciso oferecer uma experiência agradável para o usuário a fim de que ele possa valorizar a empresa e a marca. Do contrário, o que acontece é que quem não está adaptado perde espaço no mercado.

  1. Trabalho com foco nos jovens da geração Z

Os nascidos entre os anos de 1993 e 2012 estão presentes na internet e nas redes sociais, e se influenciam por aquilo que aparece nelas. E as empresas precisam focar seus esforços nessa geração para conquista-la e se consolidar no mercado.

  1. Os chatbots também invadem o mercado

Essa ferramenta possibilita atender o cliente de forma mais rápida e esclarecer especificamente suas perguntas, por isso, a tendência é que fiquem fortes no mercado e cada vez mais eficazes para atender as pessoas de forma inteligente e humanizada.

  1. Valorização do conteúdo em vídeo

É fato que os vídeos fazem cada vez mais sucesso entre os usuários de redes sociais, e mesmo quem faz busca orgânica pode preferir esse canal. E em 20018 essa tendência será ainda mais forte e as empresas têm a oportunidade de ganhar espaço no mercado explorando os vídeos. É claro que isso pode gerar saturação, mas aí entra o desafio de fazer realmente único e útil para o seu público.

Agora que você já sabe a tendência para 2018, então, comece a pensar em sua estratégia e não fique de fora dessa corrida, porque atualizar-se é fundamental para estar a frente e ganhar mercado.

 

a origem do marketing digital

Qual a origem do marketing digital?

Atualmente o termo marketing digital está presente em nosso dia a dia, e mesmo quem não trabalha na área já sabe para quê ele serve. Mas você sabe como tudo começou, como o marketing digital se originou?

No artigo de hoje vamos contar para você como foi que surgiu essa estratégia que veio mudar completamente a forma como as empresas conquistam os seus clientes. Continue lendo e descubra o que deu origem ao que hoje é um dos mercados mais atuais.

Como tudo começou para o marketing digital

Assim que internet foi criada também surgiu o marketing digital, e isso aconteceu em 1960. Porém o grande boom da tecnologia digital aconteceu somente na década de 1990, quando as pessoas começaram a ter acesso à internet, tanto em seu trabalho como também em casa.

A partir daí, o número de usuários da internet começou a crescer, a tecnologia foi se inovando e cada vez mais a rede estava popularizada. E com isso, as empresas começaram a ter um espaço diferente para encontrar o seu público.

Agora o mundo estava se tornando digital, e com isso também o comércio passou a ser eletrônico. Primeiro vieram os leilões, as compras e o marketing praticado era o direto. Depois, as redes sociais começaram a conectar as pessoas de um modo mais prático, e elas com as empresas também.

Quem não se lembra do Orkut?

Essa foi a primeira rede social utilizada como ferramenta de marketing digital. Hoje, outras plataformas mais modernas e com mais recursos a substituíram, e são elas o Facebook, o Twitter e o Instagram, que têm um forte peso para divulgação de campanhas de marketing digital.

Além dos sites das empresas também vieram os blogs, e eles deram um salto no marketing digital, porque na década de 1990 também nasceram grandes portais como Yahoo, MSN e ainda a gigante Google, com as buscas pela internet.

Junto com ela surgiu o SEO

Que hoje é uma das grandes ferramentas do marketing digital e possibilita ganhar a atenção do público-alvo. Com ele o marketing digital tem sua grande característica reforçada, que é fazer com que o cliente encontre a empresa e venha até ela, e não a empresa vá até o cliente.

Com os blogs, a otimização SEO e as varreduras dos motores de busca e a procura de conteúdos relevantes, então marketing digital se completou. Porque agora trata-se de criar estratégias que mostrem o quanto a sua empresa é mais relevante do que a concorrência.

Transmitindo conteúdo útil, mostrando o valor e as vantagens de seus produtos e serviços, as empresas agora cativam o cliente de outra forma, elas usam essa estratégia do marketing digital para mostrarem sua expertise.

E a forma de fazer marketing

Se tornou mais receptiva e natural. As pessoas encontram aquilo que buscam nas empresas que estão na internet. E isso se caracteriza como uma forma menos invasiva de divulgar um negócio.

E o marketing digital

Continua mudando, porque novas tecnologias vêm surgindo, e é preciso adaptar-se a elas. Hoje o formato mobile é mais um daqueles que o marketing digital precisa atender. E assim, ele vem se aprimorando ao longo do tempo, com suas raízes lá em 1960, agora atualizado e mudando as relações entre empresa e consumidor, tornando tudo muito mais humano e próximo às pessoas.